HOLANDA: Cabo-verdiana de novo agraciada pela Casa Real

. Publicado em 11ª Ilha

É a segunda vez que Maria Teresa Segredo é distinguida pela monarquia holandesa. Fundadora da Associação Amigos do Paul, a nossa concidadã é apreciada e reconhecida como um exemplo de serviços prestados ao bem comum


 

Depois de ter sido condecorada pela Rainha Beatriz com a ordem de Orange-Nassau, símbolo da família Real, antes de passar o trono para o filho Willem-Alexander, a cabo-verdiana Maria Teresa David Segredo (na foto) vai ser novamente distinguida junto com outras personalidades que se destacaram por relevantes serviços prestados. A cerimónia de imposição da “Honra Real” (assim se chama o título honorífico) acontece a 25 de abril.

Para o efeito foram escolhidas quatro personalidades que se destacaram em toda a Holanda, sendo Maria Teresa Segredo a única de origem estrangeira. A nossa conterrânea figura mesmo na capa da brochura que assinala o primeiro aniversário do reinado de Willem-Alexander. Uma distinção que enche de orgulho os cabo-verdianos, em particular os que vivem na Holanda.

Na cidade de Roterdão e em Cabo Verde o trabalho social da Maria Teresa Segredo é reconhecido e apreciado e podemos adiantar que brevemente estará no país para entregar donativos a diversas câmaras e instituições do arquipélago. Um trabalho a que não é alheia a Casa Real holandesa que, pela segunda vez, agracia a nossa concidadã que, em 2003, fundou a Associação Amigos do Paul que muito tem, contribuído para a melhoria da qualidade de vida dos residentes neste município de Santo Antão.

com NS/Rádio Atlântico

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)