HOLANDA: Augusto Neves terminou visita de uma semana

Escrito por Editor JSN . Publicado em 11ª Ilha

Edil do Mindelo manteve dois encontros com a comunidade cabo-verdiana, desafiou os emigrantes a colaborarem com o país e encontrou-se com uma empresa ligada ao saneamento tendo abordado cenários de cooperação com São Vicente

 


O presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves já concluiu a sua intensa agenda de uma semana a Holanda, a convite da Fundação Amigos do Paúl, liderado por Maria Teresa Segredo. Os últimos dias em Holanda foram preenchidos com várias visitas de trabalho

Com a comunidade


Domingo e segunda-feira, o edil de São Vicente estabeleceu dois importantes encontros com a comunidade cabo-verdiana, em que falou dos vários desafios da ilha  e do país bem como da situação atual da ilha do Monte Cara.


Observou que enquanto país pobre, Cabo Verde precisa do apoio de cada cidadão emigrante, daí ter reiterado seu apelo aos cabo-verdianos no sentido de investirem no país e reforçar os apoios aos familiares radicados nas ilhas, contibuindo desta forma para o desenolvimento do torrão natal. “Em Cabo Verde não temos ouro, dimante e nem petroleo mas vivemos em paz”, sublinhou o autarca, que enalteceu o facto de Cabo Verde ser “um país pobre, mas digno”.


Sobre os problemas, Augusto Neves elencou a elavada taxa de desemprego como um dos maiores, afetando sobretudo a camada jovem e reconheceu que em termos gerais o governo da República “falhou” na política do emprego.


São Vicente, lamentou o edil, é das ilhas mais afetadas pelo desemprego, entretanto, diz que a autarquia vai debelando o problema, com apostas na formação técnico-profissional, e aproveitando a mão-de-obra dos jovens em vários projetos da edilidade.


Envolvimento na cultura


Neste capítulo, o presidente da autarquia mindelense fez um ponto de situação da agenda cultural de São Vicente, com enfoque para os vários festivais e o carnaval, e apelou a um maior envolvimento da diáspora nestas atividades. Augusto Neves diz mesmo que seria desejável que a emigração participasse, por exemplo, no mítico festival da Baía das Gatas, e também no carnaval, trazendo representações da comunidade radicada em Holanda.


Falhas x emigrantes


Do diálogo com as comunidades, registou-se críticas ao desempenho da autarquia em matéria da emigração, e o edil fez mea-culpa, deixando entender que se vai trabalhar no sentido de aprimorar a relação entre a Câmara Municipal e os emigrantes que nas férias, sobretudo, procuram os serviços municipais, tendo admitido que a burocracia é um impecilho que urge superar.


Saneamento


Com o saneamento em agenda, Augusto Neves desenvolveu na última quarta-feira, 30, um importante encontro de trabalho com a empresa holandesa responsável pelo saneamento de Roterdão, a ROTEB, tendo sido abordados vários aspetos logístico, sobretudo, e cenários de formação no Mindelo. Várias áreas foram identificadas como fundamentais para a cooperação entre as duas instituições.


Redação com Norberto Silva | em Holanda

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)