SEGUNDO HISTORIADOR: Cabo Verde já foi o "centro do mundo"

. Publicado em Cultura

 

O historiador norte-americano é filho de um cabo-verdiano e desde há vários anos que investiga a história do nosso país, sendo considerado uma referência internacional na matéria. Marcel Balla é também pintor e tem patente no Centro Cultural Português uma exposição subordinada ao tema “550 Anos da História de Cabo Verde em pintura”


O nosso país esteve na "génese do Novo Mundo" e já foi o “centro do mundo”, defendeu ontem, 28, o historiador norte-americano Marcel Balla, aludindo ao facto de ter sido através do arquipélago que, no século XV, se iniciou a epopeia do “achamento” das Américas. Segundo ele, ao longo da História o antigo território português teve um importante papel nos descobrimentos e povoamento de “novos mundos”

O historiador falava num debate, que teve por palco o Arquivo Histórico Nacional, na Praia, subordinado ao tema "Cabo Verde - O Amanhecer da Civilização Ocidental", que juntou durante dois dias (terça e quarta-feira) historiadores e investigadores de Cabo Verde, Estados Unidos da América, Jamaica e Portugal.

De seu nome completo Marcel Gomes Balla, o historiador nasceu em Boston (EUA), é filho de um cabo-verdiano natural da Brava, e tem várias deslocações a Cabo Verde, particularmente à cidade da Praia, onde estão ainda preservados importantes documentos que têm ajudado Balla a investigar a história do nosso país.

Para além do estudo e investigação da História, Marcel Balla é também pintor, e tem patente, desde a última terça-feira, uma exposição no centro Cultural Português, na Praia, subordinada ao tema “550 Anos da História de Cabo Verde em pintura”.

com Lusa

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)