CINEMA: Filme produzido em São Nicolau estreia-se em Roterdão

Escrito por Editor JSN . Publicado em Cultura


“Djon África” é a história de um jovem nascido em Portugal, filho de pai cabo-verdiano que não chegou a conhecer. O filme tem cenas gravadas em Cabo Verde, mais concretamente em São Nicolau

 


Produzido entre Cabo Verde, Portugal e Brasil e com realização de Filipa Reis e João Miller Guerra, “Djon África” retrata a história de um jovem cabo-verdiano nascido em Lisboa mas que não chegou a conhecer o pai. Resolve descobrir as origens. A única informação que tem é o que o pai é do Tarrafal em Cabo Verde.


Miguel Moreira (foto) que corporiza a imagem de Djon - ator principal - nasceu na Amadora onde vive com a avó. O pai havia sido deportado para o arquipélago quando ele ainda era criança.


Mas há muitos Tarrafais em Cabo Verde e Miguel anda de ilha em ilha à procura de pistas para encontrar o pai e outros familiares paternos.


O filme que foi gravado em São Nicolau, entre Praia Branca, Ribeira Prata e a própria Cidade do Tarrafal, em janeiro de 2016, já teve ante-estreia em finais de janeiro no festival internacional de cinema de Roterdão, Holanda.


“Djon África” que conta com apoio da câmara municipal do Tarrafal de São Nicolau é a primeira longa-metragem da dupla de realizadores que se mostra orgulhosa com esta produção.

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)