Falência respiratória apontada como causa da morte da jovem Aline

. Publicado em Destaque


Informação foi recolhida junto de uma fonte hospitalar em São Vicente. A jovem de Ribeira Prata sucumbiu por volta das 21 horas de segunda-feira, 18 de janeiro

 

 

 

O JSN está em condições de avançar que a morte da jovem Aline Patrícia Lopes, 22 anos de idade, está relacionada com uma falência respiratória e não com problemas de foro cardíaco de que padecia.

A nossa fonte explica que a jovem deu entrada no banco de urgências do Baptista de Sousa, no domingo, dia 17, proveniente de São Nicolau, por volta das 11h30, e esteve nos cuidados intensivos sob o olhar atento de especialistas.

A evacuação da paciente teve origem devido a problemas de ordem pulmonar que segundo a nossa fonte teria origem nos problemas de foro cardíaco de que padecia.

“Ela era cardiopata e normalmente há outros órgãos do corpo que são afetados”, observou, explicando que a paciente não podia respirar normalmente. “Tinha sempre uma sensação de cansaço, não podia respirar normalmente”, precisou.

Entretanto, ontem de manhã, a jovem teve uma paragem cardíaca mas reagiu bem aos tratamentos. Transferida para a enfermaria de cuidados intensivos viria a falecer por volta das 21 horas.

A morte da jovem mergulhou o Tarrafal numa profunda consternação. Ainda não há hora e dia do funeral.

 


Anísia Campinha

 

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar