Um adeus cor-de-rosa a Aline Patrícia Lopes

. Publicado em Destaque

Repto foi lançado por um grupo de amigos da falecida que vai hoje a enterrar. Ideia é ir ao funeral trajado a cor preferida da jovem

 

 


Rosa era a cor predileta da malograda Aline Patrícia Lopes, a jovem de 22 anos, falecida segunda-feira, 18, no Mindelo, para onde tinha sido evacuada no dia anterior devido a complicações de ordem respiratória.

Hoje, no dia do funeral, há uma mobilização no sentido de as pessoas trajarem a cor preferida da jovem: cor-de-rosa.

Marlene Conceição é uma das muitas pessoas que associaram a esta ideia de prestar um último tributo à menina de Ribeira Prata. “Sabíamos que a Aline era uma pessoa que adorava muito a cor-de-rosa. Como vai para a sua última morada, é algo que podemos fazer por ela”, comenta, a propósito desta iniciativa, dando conta que “muitas pessoas” estão a aderir à ideia e que irão ao funeral “trajadas” de rosa.

A nossa informante diz que há “muitas formas” de homenagear as pessoas, e no caso em concreto, a amiga Aline. “A melhor homenagem é no dia do seu funeral todas as pessoas poderem acompanhar com a cor que ela adorava, rosa”, indicou.

Marlene recorda que Aline gostava tando da cor rosa, que brincava dizendo que no dia que tivesse um filho gostava que fosse cor-de-rosa.

Aline Patrícia Lopes, 22 anos de idade, faleceu segunda-feira, 18 de janeiro, por volta das 21 horas no hospital Baptista de Sousa. Uma falência respiratória terá estado na origem da sua morte.

O funeral da jovem realiza-se hoje, ao final da tarde. O corpo é esperado no Tarrafal por volta das 16 horas.

 

Anísia Campinha

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar