PARA SONDAR MERCADO NACIONAL: Empresários holandeses a partir de hoje em Cabo Verde

Escrito por Editor JSN . Publicado em Economia e Negócios

Uma empresa holandesa especializada na gestão de parques de camping a nível internacional inicia esta segunda-feira, 27, uma visita de prospeção do mercado interno. Os holandeses têm interesses em vários nichos de mercado na área de turismo

 


A delegação da TLC Group é integrada por três pessoas: Mochtar Velders, Diretor do Group, Eppo Vogel, responsável para o desenvolvimento de projetos e Carlos Gonçalves, Diretor para os projetos em Cabo Verde e no resto dos PALOP.


Antes da viagem, Carlos Gonçalves disse que alguns encontros em Cabo Verde já estavam acertados, nomeadamente com os presidentes das Câmaras Municipais do Tarrafal e São Domingos, em Santiago, onde deverão igualmente ter uma cortesia com o edil da capital.


A nível empresarial, estão confirmados encontros com a Cabo Verde Investimentos e com a Câmara de Comércio e Serviços de Sotavento, esperando ainda a confirmação de um encontro com a ministra para a área do Turismo e Economia.


A TLC Group, adiantou Carlos Gonçalves, é uma empresa que tem desenvolvido trabalhos em França, Portugal e Espanha e tem os olhos postos no mercado chinês, na perspetiva de instalação de parques de camping e outros projetos.
No caso específico de Cabo Verde, a empresa deseja adquirir terrenos para desenvolver um Resort, com casas pré-fabricadas e totalmente equipadas, com materiais que não agridam o meio ambiente e funcionaria como uma segunda casa perto de praia ou na montanha.


Para tal, a TLC Group conta fazer parcerias com empresas nacionais com interesse na área do turismo assim como com Câmaras Municipais e ou instituições que poderiam ter interesse no projeto.


Outra ideia da empresa - segundo Carlos Gonçalves - é que procuravam utilizar recursos e mão-de-obra local de forma a criar empregos e fazer casas ecologicamente corretas.


Questionado se a empresa apenas tinha interesse na ilha de Santiago, o nosso informante que é membro do partido trabalhista holandês (PvdA) atualmente na coligação que dirige o governo holandês, disse que nesta primeira fase queriam concentrar apenas numa ilha para mais tarde, se tudo correr bem, expandir o conceito para outras ilhas.


A missão de prospeção ao mercado nacional prolonga-se até o próximo dia 2 de novembro.


Norberto Silva | Em Holanda

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)