Parque Tecnológico de Cabo Verde custa 4 milhões de contos

Escrito por Editor JSN . Publicado em Economia e Negócios

O Parque Tecnológico de Cabo Verde já tem financiamento e vai custar aos cofres do Estado cerca de 4 milhões e 400 mil contos, segundo o gestor do NOSI, Jorge Lopes

 


Depois de garantido o financiamento, entende Jorge Lopes que é tempo de preparar o país para que todos tenham acesso e possam tirar proveito desta inovação tecnológica.

“Há uma equipa a trabalhar na implementação da parte física do projeto, mas não temos que esperar que as paredes se levantem para a gente se instalar. Acho que podemos começar a construção do Parque ainda antes das infra-estruturas serem definitivamente fixadas”, considera o responsável pelo Núcleo Operacional do Sistema de Informação (NOSI) para quem as Tecnologias de Informação e Comunicação -TIC foram definidas com sendo uma das bases para a transformação do país, tornando-se assim numa plataforma de serviços de alto valor acrescentado.

Jorge Lopes proferiu estas declarações no âmbito da conferência sobre “O papel das Universidades e da Investigação Científica na criação e desenvolvimento de Tecnopólos”, na qual colocou a tónica na questão da transversalidade e da inserção das tecnologias de informação num mercado económico competitivo.

 

 

HTM

 

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)