Famílias cabo-verdianas com melhores condições de vida – INE

Escrito por Editor JSN . Publicado em Economia e Negócios

As famílias cabo-verdianas registaram uma evolução positiva nas suas vidas entre 2014 e 2015, designadamente a nível das condições de habitabilidade e no acesso aos serviços básicos. Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) do Inquérito sobre Condições de Vida dos Agregados Familiares 2015

 


A recolha das informações aconteceu no quarto trimestre de 2015 e contemplou um total de 9.918 famílias. O INE informa ainda que, nos últimos cinco anos, houve uma evolução nas condições de vida dos agregados familiares devido ao aumento do acesso à água, eletricidade, saneamento, meios de informação, de comunicação, bens de equipamento e conforto, indica o Inquérito Multi-Objetivos (IMC) de 2015.


No entanto com essas melhorias, o estudo mostra uma grande desigualdade entre os meios rurais e urbanos. Constatou-se igualmente que os cabo-verdianos continua a utilizar a lenha em detrimento do gás. O levantamento mostra que, em cinco anos, o consumo da lenha baixou apenas de 25% para 23%, sendo que o peso é maior no meio rural, sobretudo no interior de Santiago e no Fogo.


No entanto, quanto às Tecnologias de Informação e Comunicação, este um indicador novo deste inquérito, mostra que 58% da população tem acesso a internet em casa e 65% da população possui telemóvel. Entre as crianças dos 10 aos 14 anos 19% tem telemóvel. “O IMC mostra que 37% da população de 10 anos ou mais utiliza o computador e a internet, com maior incidência entre os jovens dos 15 aos 24 anos”, anunciou a INE.


De referir que o ato de apresentação do IMC foi testemunhado pela Ministra da Educação, Família e Inclusão Social, Maritza Rosabal.

 

 

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)