Cabo Verde regista aumento de 17,2 por cento de turistas no primeiro trimestre

Escrito por Editor JSN . Publicado em Economia e Negócios

De acordo com dados avançados pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE), face ao homólogo período de 2015, a entrada de turistas nos estabelecimentos hoteleiros em Cabo Verde aumentou 17,2 % no primeiro trimestre de 2016

 


Os dados do INE indicam que os turistas que entraram nos hotéis do país no primeiro trimestre de 2016 foram 190.653, ou seja mais 28.049 em relação ao ano anterior.


O número de dormidas nos estabelecimentos hoteleiros aumentaram em 12,1%, marcando um aumento de 122.503.

Os hotéis continuam sendo os estabelecimentos mais procurados, representando 81,9 do total das entradas, seguindo os aldeamentos turísticos, com cerca de 7,8% e as residências com 4,2 por cento.


Relativamente às dormidas, os hotéis continuam a ser os privilegiados, com 90,8 por cento, os aldeamentos turísticos com 3,3% e as residenciais com 2,2 por cento revelam os dados.


O principal mercado emissor de turistas que visitaram Cabo Verde no primeiro semestre do ano em curso foi Reino Unido com 36.334 entradas, representando 19,1 por cento do total, depois França, Alemanha e Países Baixos responsáveis por, 11,7; 10,8 e 10,6 por cento das entradas, respectivamente.


A maioria dos turistas do Reino Unido preferiu como destino as ilhas do Sal, com 53,6% das dormidas e da Boa Vista com 45,2 por cento (%). Escolheram como local de acolhimento, os hotéis, representando cerca de 99,0 por cento, indicam os dados do INE.


O INE revela também que os visitantes provenientes do Reino Unido foram os que tiveram maior permanência média em Cabo Verde no trimestre em análise (8,1 noites).


Os hotéis foram de forma geral, os estabelecimentos com maior taxa de ocupação, igual a 67% a que se seguem os aldeamentos turísticos com 39%, pousadas com 32 % e hotéis-apartamentos com 27%.

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)