Bancos da China estudam oportunidades em Cabo Verde

Escrito por Editor JSN . Publicado em Economia e Negócios

Os Bancos chineses estão a estudar oportunidades de investimento em Cabo Verde. A informação foi avançada pela embaixadora de Cabo Verde na China que acrescenta que os contatos em curso estão ainda numa fase “bastante embrionária”

 

 

A embaixadora Tânia Romualdo disse em entrevista ao mais recente boletim de informação do Fórum de Macau que, além da banca, Cabo Verde tem para oferecer aos potenciais investidores chineses oportunidades nos sectores do turismo e da economia marítima, que são “sectores privilegiados e onde se concentra um enorme potencial e interesse para o país.”


Tânia Romualdo falou também das energias renováveis, tecnologias de informação e comunicação e a prestação de serviços financeiros como áreas que se apresentam também como bastante atrativas para quem queira investir no arquipélago, escreve a Macauhub.


Segundo a diplomata, Cabo Verde, apresenta vantagens comparativas como a estabilidade política, social e económica, factor que é complementado com um clima de segurança jurídica e institucional bastante aceitável, garantindo que estas vantagens foram apresentadas junto de potenciais investidores chineses tendo em consideração que Cabo Verde “é uma boa plataforma para outros mercados regionais.”

Tânia Romualdo informou que na primeira quinzena de outubro, será realizada em Macau da 5.ª Conferência Ministerial do Fórum de Macau, dizendo que se reveste de “importância não só para Cabo Verde mas também para os restantes estados membros do Fórum.”

A entrevistada disse ainda ir Cabo Verde defender na próxima cimeira do Fórum a adopção de medidas que “visem dar maior dinamismo e eficiência a este importante instrumento de cooperação, que tem produzido resultados positivos em áreas como a económica e comercial, cultural e de formação, entre outras”, escreve a mesma fonte.


A embaixadora referiu-se também à abertura, em Dezembro de 2015, de uma delegação na Praia do Instituto Confúcio, afirmando que o mesmo “vai contribuir para apoiar e promover o ensino da língua chinesa em Cabo Verde, bem como melhorar a compreensão mútua através da realização de um vasto programa de atividades e intercâmbios linguísticos e culturais.”

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)