Oi prevê vender ativos na Cabo Verde Telecom

Escrito por Editor JSN . Publicado em Economia e Negócios

A administração da Oi poderá vender os ativos detidos pela PT Participações SGPS, caso das 40% das participações nas operações de Telecomunicações na Cabo Verde Telecom (CVT). Esta medida está enquadrada num plano de reestruturação desta operadora brasileira, cujo objetivo é evitar a falência destra empresa, que é controlada em 27% pela Pharol (ex-Portugal Telecom)

 


O plano de recuperação judicial da Oi, comunicado esta segunda-feira, 5 de Setembro pela operadora ao mercado, prevê a venda de ativos, entre eles alguns detidos pela PT Participações SGPS, como é o caso das participações em operações de telecomunicações em Angola e Cabo Verde e em Timor. Está prevista igualmente a reestruturação da dívida, com duas propostas em cima da mesa para os credores.

O plano foi aprovado pela administração da Oi, mas ainda terá de ter a luz verde do juiz responsável pela recuperação judicial. A Oi é detida em 27% pela portuguesa Pharol (antiga PT SGPS). Entregue à Justiça do estado do Rio de Janeiro, o plano terá ainda de ser negociado com os credores.


Faz parte do plano também a reestruturação da dívida, e há duas possibilidades abertas a negociações com os credores.


A maior operadora de telefone fixo do Brasil e a quarta em rede móvel apresentou, a 20 de junho, o maior pedido de recuperação judicial da história do país. Em causa está uma dívida de 65,4 mil milhões de reais (17,9 mil milhões de euros).

 


expresso.pt

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)