Ministro das Finanças prevê crescimento de 5,5 por cento, em 2018

Escrito por Editor JSN . Publicado em Economia e Negócios

Olavo Correia recorda que “partimos de 1 por cento, já chegamos a 4, vamos a 5,5 por cento e no terceiro ano chegaremos à taxa que propomos para a economia e a partir daí vamos acelerar”

 



O ministro das Finanças e da Administração Pública, Olavo Correia, prevê para 2018 um crescimento da economia em torno dos 5,5 por cento. Embora a as previsões do FMI apontam para um crescimento mais próximo dos 4 por cento, em 2017 e 2018, o ministro das Finanças eleva a fasquia e arrisca mesmo um crescimento mais acelerado em torno de 5,5 por cento, no próximo ano de 2018. “Estamos a crescer à volta de 4 por cento e penso que no próximo ano podemos atingir 5,5 por cento”, admitiu citado pela agência Lusa.


Olavo Correia que admite ser necessário “muito trabalho” do Estado, da administração pública e do setor privado para se conseguir essa conquista, acredita no entanto que com os instrumentos lançados e melhorias no ambiente de negócios Cabo Verde vai ver a sua economia a desenvolver.


O ministro das Finanças aposta nos setores de transportes aéreos e marítimos, fiscalidade, financiamento à economia, melhoria do ambiente de negócios e combate à exclusão e assimetrias regionais.


Olavo Correia recorda que “partimos de 1 por cento, já chegamos a 4, vamos a 5,5 por cento e no terceiro ano chegaremos à taxa que propomos para a economia e a partir daí vamos acelerar”.


O Governo indica o entrevistado da Lusa estará a trabalhar para não haver aumento de impostos. Contudo, ressalta a necessidade de “aumentar” a base tributária e pôr todo o mundo a pagar impostos para que possa haver recursos necessários para permitir novos investimentos, sobretudo na segurança, na educação na saúde e em outros setores “relevantes para o futuro”.

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)