ABUSO SEXUAL: Casos de violação contra menores disparam na ilha do Fogo

. Publicado em Destaque

Apenas no primeiro semestre de 2014 já se registaram 22 casos de abuso sexual nos três concelhos da ilha. Os agressores “estão na família”, informa Vanilda Correia, delegada do ICCA para as ilhas do Fogo e Brava

 


A ilha do Fogo regista um índice alto de casos de abuso sexual de menores. Apenas no primeiro semestre no ano em curso foram identificados 22 casos, sendo São Filipe o líder deste ranking, com 17 casos.


O mais recente envolve uma adolescente de 17 anos de idade, vítima de abuso sexual, alegadamente, pelo próprio pai. A menina cuja identidade foi preservada está gravida, com sete meses de gestação. O caso veio a público nos últimos dias em São Filipe, e o alegado agressor está detido.


Este é apenas um exemplo, mas os números são preocupantes e tendem a aumentar de ano para ano.
Nos primeiros seis meses do ano em curso, foram registados 22 casos, em toda a ilha do Fogo. Já em 2013 foram identificados 19 situações de abuso sexual, enquanto que em 2012 ficou-se por 12 casos.


Os dados constam de uma reportagem exibida pela TCV no passado domingo, e de acordo a delegada do ICCA para as ilhas do Fogo e Brava, os agressores são, geralmente, pessoas próximas da família ou mesmo familiares. Vanilda Correia (na foto) precisou mesmo que os agressores “estão na família”.


Os números de casos de abuso e violação sexual de menores são em si preocupantes e inspiram cuidados urgentes.

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar