GUINÉ-BISSAU: Confirma-se maioria parlamentar do PAIGC

. Publicado em Mundo

O partido fundado por Amílcar Cabral é o incontestado vencedor das eleições de domingo, mas o PRS, que ficou na segunda posição, teve uma espetacular subida eleitoral, passando de 28 para 41 mandatos. As eleições presidenciais vão ter segunda volta, opondo José Mário Vaz a Nuno Nabian


 

Confirma-se a notícia avançada ontem pelo JSN: o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) é o vencedor das eleições legislativas de domingo último, alcançando a maioria parlamentar e estando em condições de formar governo.

Nas mais participadas eleições em 41 anos de independência da Guiné-Bissau (que registaram mais de 80 por cento de afluência), o PAIGC elegeu 55 deputados num total de 102 parlamentares que integram a Assembleia Nacional Popular. Em segundo lugar, mas registando expressiva evolução em relação à anterior legislatura interrompida pelo golpe de Estado de 12 de abril de 2012, ficou o Partido da Renovação Social (PRS), com 41 mandatos (anteriormente tinha apenas 28 deputados).

Presidenciais vão à segunda volta

Em aberto ficaram as eleições presidenciais, com José Mário Vaz, apoiado pelo PAIGC, e Nuno Gomes Nabiam, apoiado pelo PRS, a disputarem uma segunda volta, possivelmente em 18 de maio. Vaz, antigo ministro das Finanças, obteve 40,99 por cento dos sufrágios e Nabiam ficou-se pelos 25,14 pontos percentuais.

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)