5 DE MAIO: Comemora-se hoje libertação da Holanda do jugo nazi

. Publicado em Mundo

Num país onde a comunidade cabo-verdiana tem forte representação, o Dia da Liberdade é um marco simbólico da resistência heróica do povo holandês à ocupação dos exércitos da Alemanha do criminoso Adolf Hitler, durante a Segunda Guerra Mundial


 

A Holanda, comemora hoje o seu dia de libertação, também chamado de Dia da Liberdade, uma data que é comemorada anualmente e assinala a rendição da Alemanha nazi. Para a Holanda, essas comemorações são o marco do final da Segunda Guerra Mundial, ainda que esta não houvesse terminado no resto da Europa e na Ásia.

Nos dias de hoje, para além de homenagear os Mortos na Segunda Guerra Mundial e as missões da ONU em que pereceram soldados holandeses, a data serve também para refletirmos sobre como somos afortunados por viver num país onde existe liberdade e democracia, e sobretudo para lembrar que ainda há muitos lugares no mundo onde as pessoas não têm essa mesma sorte. 

Festivais e homenagens aos mortos

Ontem, dia 4 de maio, os reis da Holanda, Willem-Alexander e Máxima, participaram numa cerimónia de homenagem aos mortos da Segunda Guerra Mundial ao lado do primeiro-ministro Mark Rutte, de outros membros da família Real, políticos e veteranos de guerra.

Os soberanos holandeses depositaram uma coroa de flores diante do Monumento Nacional (Memorial dos Mortos) na praça Dam, em Amesterdão.

Após o acto cheio de simbolismo, os reis guardaram dois minutos de silêncio pelas vítimas dos conflitos bélicos, juntamente com cerca de 30 mil pessoas que participaram no evento.

Para se ter uma ideia do impacto e da presença da guerra no país, existem mais de 3.400 monumentos holandeses relacionados com a guerra, dentro e fora do país. O assunto faz parte da história, que também se reflete na cultura e em vários aspetos da sociedade.

O Dia da Liberdade é também celebrado com festivais em Amsterdão, nas capitais das 12 províncias da Holanda assim como nos territórios ligados à Holanda, como Curaçao e Aruba.

Alguns dos eventos populares mais conhecidos são o Festival Pop do Dia da Libertação, em Haarlem, e o Festival do Dia da Libertação, em Wageningen.

A maioria dos convidados visita Wageningen, pois foi nessa pequena cidade que as tropas alemãs na Holanda se renderam em 1945. Em Amsterdão, milhares de pessoas reúnem -se para assistir às apresentações gratuitas na Praça do Museu.

NS, Roterdão

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)