NIGÉRIA: militares sabem onde estão meninas raptadas

Escrito por Antonio . Publicado em Mundo

O Chefe de Estado-Maior da Força Aérea já confirmou que as Forças Armadas Nigerianas conhecem o paradeiro das 270 menores raptadas em abril pelo grupo extremista islâmico Boko Haram que ameaçou vendê-las ou casar à força caso não sejam libertados prisioneiros acusados de terrorismo


 

As Forças Armadas da Nigéria conseguiram localizar as cerca de 300 meninas raptadas pelo grupo extremista islâmico Boko Haram. “As boas notícias para os pais das raparigas é que nós já sabemos onde elas estão, mas não vos podemos dizer”, disse o Chefe de Estado-Maior da Força Aérea, Alex Badeh, que foi citado pela agência noticiosa oficial nigeriana.

O chefe militar exclui, porém, exclui o uso da força para tentar qualquer ação resgate das meninas raptadas há várias semanas. “Podemos entrar à força onde elas estão presas? Não podemos matar as nossas raparigas na tentativa para as trazer de volta”, disse Badeh.

surgiu na sequência do rapto de mais de 200 meninas, tendo envolvido já figuras de relevo da política, cultura, desporto e sociedade. A ação terrorista aconteceu em 14 de abril último e foi reivindicada pelo grupo radical islâmico Boko Haram, que agora se propõe trocar algumas das vítimas por ativistas da organização que se encontram presos.

O caso gerou uma onda de condenação internacional, tendo-se generalizado por vários países e continentes o “Bring Back our Girls” (tragam de volta nossas meninas), um movimento de solidariedade com as 270 meninas que foram raptadas, em 14 de abril, numa escola em Chibok, a norte da Nigéria, e que os sequestradores ameaçam vender ou obriga-las a casar pela força, caso não sejam libertados extremistas detidos.

com RR

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)