NIGÉRIA: 63 jovens sequestradas pelo Boko Haram escapam do cativeiro

. Publicado em Mundo

As jovens mulheres pertencem a um grupo de 68 sequestradas em 16 de junho no Estado nigeriano de Damboa pela organização terrorista, que utiliza este meio e as violações como arma de guerra. As vítimas aproveitaram a ausência dos terroristas que estavam envolvidos numa operação militar


 

Um numeroso grupo de 63 das 68 jovens sequestradas pelo grupo terrorista Boko Haram, conseguiram fugir do cativeiro na tarde da última sexta-feira. As jovens terão aproveitado a ausência dos sequestradores, conforme confirmou à imprensa um porta-voz das milícias do Estado do distrito nigeriano de Damboa, Estado de Borno. "Acabo de receber um alerta da parte de meus companheiros do distrito de Damboa sobre a volta para casa de 63 mulheres e jovens sequestradas", afirmou este domingo Abbas Gava.

Mas um oficial superior do exército confirmou também à AFP a fuga das sequestradas. "Num gesto de coragem, no momento em que os sequestradores estavam ausentes para realizar uma operação", as 63 jovens conseguiram escapar, disse o oficial, pedindo para não ser identificado.

Recordamos que as jovens haviam sido levadas por guerrilheiros do Boko Haram durantes um ataque à localidade de Kummabza, no distrito de Damboa, no Estado de Borno, em 16 de junho, mas na última sexta-feira uma ofensiva do exército permitiu a desatenção dos membros do grupo terrorista.

Já em abril, os extremistas sequestraram cerca de 200 estudantes na localidade de Chibok, no mesmo Estado, o que gerou uma campanha internacional (#BringBackOurGirls) para a sua libertação, envolvendo conhecidas personalidades do mundo da política, da cultura e do desporto.

De referir que, apenas este ano, as ações do Boko Haram já provocaram 2.500 vítimas mortais e, de acordo com um relatório da organização internacional Human Rigths Watch, referente a 2013, o grupo terrorista utiliza o sequestro e a violação de mulheres como arma de guerra.

(foto de arquivo)

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)