MOÇAMBIQUE: IDD vai “observar” eleições presidenciais de outubro

. Publicado em Mundo

Um dos nomes selecionados para integrar a missão de observadores é o jornalista da RTC Nélio dos Santos. Mas a advogada e docente universitária Mircéa Delgado também integra a missão que vai estar naquele país de 7 a 19 de outubro


 

O Instituto Democracia e Desenvolvimento (IDD) vai estar presente nas eleições presenciais de outubro, em Moçambique, integrando a missão do EISA, segundo deu hoje a conhecer o secretário geral do IDD, Milton Paiva, que, recentemente, esteve em Kigali, Ruanda, a participar (juntamente com a docente universitária Lúcia Cardoso), no “MINDS 2014”, organizado pela Fundação Nelson Mandela.

Ainda segundo o também consultor e advogado caboverdiano, o convite partiu do Electoral Institute for Sustainable Democracy in Africa (EISA), sedeado na África do Sul e com filiais em várias capitais africadas, nomeadamente em Maputo.

“A partir de uma short list de cinco candidatos propostos pelo IDD, todos com formação e acreditação em Gestão Eleitoral pelo PNUD (projeto PRO-PALOP/TL), o EISA seleccionou, entre eles, o jornalista caboverdiano Nélio dos Santos [na foto] e a advogada e docente universitária Mircéa Delgado”, disse Milton Paiva, acrescentando que a missão de observação eleitoral terá lugar de 7 a 18 de outubro.

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)