Morreu o cineasta Manoel de Oliveira

Escrito por Editor JSN . Publicado em Mundo

Morreu esta quinta-feira na cidade do Porto, Portugal, aos 106 anos, Manoel de Oliveira, o cineasta mais velho e um dos mais conhecidos a nível mundial

 

Com mais de 40 filmes no currículo, Manoel de Oliveira era um testemunho da História do último século.

Nasceu no Porto, em 1908, D. Manuel II era rei de Portugal. Quando se estreou no cinema, em "Douro - Fauna Fluvial" (1931), os filmes eram mudos e a preto e branco, noticia o jornal de noticias.

No ano passado foi distinguido com a Legião de Honra de França, em Serralves, o cineasta disse, na altura, que os seus discursos estão como os novos filmes: "Mais pequenos."

Na altura falou ainda de outro projeto, "A Igreja do Diabo", conto de Machado de Assis que pretendia rodar com os brasileiros Lima Duarte e Fernanda Montenegro.

A curta-metragem "O Velho do Restelo", o seu filme mais recente, que teve estreia mundial no Festival de Veneza, estreou no Cinema Ideal, em Lisboa e no Porto, no Teatro Rivoli, no âmbito do festival Porto/Post/Doc, que assim assinalou o 106º aniversário do realizador, no passado dia 11 de dezembro, escreve a mesma fonte.

O saudoso cineasta português tinha vários projetos na manga, como um filme sobre as mulheres e as vindimas e a adaptação de "A Ronda da Noite", de Agustina Bessa-Luís.

 

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)