Papa diz que separação pode ser "moralmente necessária"

Escrito por Editor JSN . Publicado em Mundo

O Papa Francisco considerou esta quarta-feira que a separação de uma família pode ser "moralmente necessária", como em casos de violência, sem chegar a falar de divórcio. "Casos há em que a separação é inevitável", declarou o Papa durante a audiência geral das quartas-feiras na praça de São Pedro no Vaticano

 

"Algumas vezes, ela pode tornar-se mesmo moralmente necessária, quando se trata de proteger o cônjuge mais frágil ou as crianças das feridas mais graves causadas pela intimidação e pela violência, a humilhação e a exploração", sustentou o papa Francisco.

Francisco insistiu na necessidade de proteger as crianças: "Apesar da nossa sensibilidade aparentemente evoluída e das nossas análises psicológicas elaboradas, pergunto-me se não estamos anestesiados perante as feridas da alma das crianças".

Estas questões, colocadas durante a última audiência geral antes da pausa de julho, é claramente dirigida aos padres que se vão reunir em Outubro, no Vaticano, para o sínodo sobre a família.

 

 

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)