Decretada prisão a ex-chefe do Estado-Maior da Guiné Bissau

Escrito por Editor JSN . Publicado em Mundo

Zamora Induta, o ex-chefe Estado-Maior das Forcas Armadas da Guiné-Bissau foi ontem conduzido ao Quartel de Mansoa sob prisão preventiva

 


Em declarações à Lusa o advogado do contra-almirante, José Paulo Semedo disse que a detenção de Zamora Induta foi decretada pelo Tribunal Superior Militar.

“Confirmo que o contra-almirante foi levado para Mansoa e, neste momento, já se encontra numa cela naquela unidade militar”, disse o advogado, adiantando ter-se deslocado ao tribunal para “perceber o que é que se passa”, manifestando, de igual modo, a sua insatisfação: “segundo a lei – e na qualidade do advogado do contra-almirante – devia ser informado, notificado de qualquer medida que lhe é imposta, mas nada disso aconteceu”, lamentou o advogado.

José Paulo Semedo adianta ainda que segundo o advogado, o seu constituinte ficou “sequestrado” mais de um mês na sua residência, porquanto “esteve sob restrição de movimentos”, por indicação do Tribunal Militar que colocou à porta de casa de Induta três agentes de segurança.

Para José Paulo Semedo, o contra-almirante “agora sai de um sequestro e vai para prisão preventiva”, uma situação que o advogado considera estranha, já que o seu cliente, que se encontrava em Lisboa a recolher dados para uma tese de doutoramento, comunicou a intenção de regressar a Bissau às autoridades políticas e militares do país. Zamora Induta havia fugido da Guiné-Bissau na sequência de golpe de Estado ocorrido em abril de 2012.

Dias depois de ter regressado ao país, o ex-chefe do Estado-Maior foi chamado a depor no Tribunal Militar de Bissau, no âmbito de um processo onde é suspeito de uma alegada tentativa de golpe militar ocorrido em outubro de 2012, sendo mesmo apontado como um dos líderes. Foi nesta ocasião que viu decretada a prisão domiciliária, agora revogada para prisão preventiva.

 

 

 

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)