Sínodo dos bispos sobre a família começa hoje no Vaticano

Escrito por Editor JSN . Publicado em Mundo

Cerca de 400 representantes de mais de 110 conferências episcopais participam, a partir de hoje e até 25 de outubro, na 14.ª assembleia ordinária do sínodo dos bispos, no Vaticano

 


Os desafios, a vocação e a missão das famílias católicas no mundo actual são os temas centrais do sínodo, analisados ao longo de 147 artigos do documento de trabalho, apresentado em Junho à imprensa.

Entre outras, uma das propostas em debate é a de permitir, em condições muito rigorosas, a comunhão aos divorciados que voltaram a casar civilmente, mediante "um caminho de penitência" sobretudo em casos de "convivência irreversível", o que não implica uma possibilidade automática de acesso à comunhão.

O documento, que reconhece a multiplicação da coabitação de casais e dos casamentos civis, defende a concretização do casamento religioso.

Para os homossexuais, o documento de trabalho evoca "projectos de acompanhamento pastoral" para integração na Igreja. "Mas não tem qualquer fundamento o estabelecimento de analogias, mesmo longínquas, entre uniões homossexuais e o desígnio de Deus sobre o casamento e a família", reafirma.

O sínodo dos bispos, convocado pelo papa, é uma assembleia consultiva de representantes dos episcopados católicos de todo o mundo.

 

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)