PAPA: Francisco apela a que se deixem de lado o orgulho e o egoísmo

. Publicado em Mundo

 

O Sumo Pontífice centrou a sua homilia no papel libertador de Jesus Cristo e aludiu à permanente luta entre a luz e as trevas, sustentando que o filho de Deus é “a luz que ilumina as nossas trevas” e “a nossa paz”


O Papa Francisco, durante a tradicional Missa do Galo, apelou na primeira hora de hoje a que as pessoas deixam o orgulho e o egoísmo de lado e exaltou o nascimento de Jesus Cristo, recordando que Ele veio ao mundo para libertar a humanidade das trevas e nos dar luz. “A graça que se manifestou no mundo é Jesus, nascido da Virgem Maria, verdadeiro homem e verdadeiro Deus. Entrou na nossa história, partilhou o nosso caminho. Veio para nos libertar das trevas e nos dar a luz. N’Ele manifestou-se a graça, a misericórdia, a ternura do Pai: Jesus é o Amor feito carne. Não se trata apenas dum mestre de sabedoria, nem dum ideal para o qual tendemos e do qual sabemos estar inexoravelmente distantes, mas é o sentido da vida e da história que pôs a sua tenda no meio de nós”, disse o Papa na homilia da celebração religiosa que teve por palco a Basílica de São Pedro, em Roma,

No primeiro Natal, enquanto Chefe da Igreja Católica, Francisco centrou a sua homilia na figura daquele que é tido por “Salvador” e exortou a humanidade a não ter medo: “Não temais! O nosso Pai é paciente, ama-nos, dá-nos Jesus para nos guiar no caminho para a terra prometida. Ele é a luz que ilumina as trevas. Ele é a nossa paz”, referiu o Sumo Pontífice, acrescentando que “na nossa história pessoal, também se alternam momentos luminosos e escuros, luzes e sombras. Se amamos Deus e os irmãos, andamos na luz; se o nosso coração se fecha, se prevalece em nós o orgulho, a mentira, a busca do próprio interesse, então calam as trevas dentro de nós e à nossa volta”.

“Somos povo em caminho, e à nossa volta – mas também dentro de nós – há trevas e luz. E nesta noite, enquanto o espírito das trevas envolve o mundo, renova-se o acontecimento que sempre nos maravilha e surpreende: o povo em caminho vê uma grande luz", acrescentou ainda o Papa Francisco, que hoje vai estar ao meio-dia [hora local] na Praça de São Pedro para prosseguir com as celebrações natalícias, com a bênção “Urbi et Orbi”, antecedida de uma mensagem aos católicos e à humanidade.

com Renascença

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)