Papa Francisco partiu para ilha grega de Lesbos para expressar solidariedade

Escrito por Editor JSN . Publicado em Mundo

O papa Francisco partiu hoje de manhã para uma curta visita de “solidariedade” à ilha grega de Lesbos, que se transformou, no ano passado, na porta de entrada para a Europa de centenas de milhares de refugiados

 


O papa deixou o aeroporto de Fiumicino, de Roma, às 07:00 (05:00 em Cabo Verde), devendo chegar a Mitilene, capital de Lesbos, pelas 10:20 (07:20 em Cabo Verde).


O papa Francisco vai estar acompanhado pelo patriarca de Constantinopla Bartolomeu e o arcebispo de Atenas e de toda a Grécia Jerónimo II, durante a visita, que tem como objectivo expressar proximidade e solidariedade aos refugiados, aos cidadãos de Lesbos e a todo o povo grego.


Esta visita a Lesbos decorre no meio de um aceso debate entre europeus sobre a política a adoptar em relação ao fluxo de migrantes do Médio Oriente e de África, quando alguns países ergueram já barreiras nas suas fronteiras.


À chegada, Jorge Bergoglio vai ser recebido pelo primeiro-ministro, Alexis Tsipras. Contudo, este último ficará para trás durante toda a visita que o Vaticano descreveu como “humanitária e ecuménica, não política”.

 


Lusa

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)