EUA: Amnistia Internacional pede a Obama que cumpra promessa e feche Guantánamo

. Publicado em Mundo

 

Cinco anos atrás, o presidente norte-americano garantiu que a sua administração iria fechar a prisão desta base americana em território cubano. A organização internacional de defesa dos direitos humanos acusa agora a Casa Branca de “hipocrisia”


A Amnistia Internacional (AI) pediu ao presidente dos Estados Unidos da América (EUA) que, após 12 anos da sua abertura – logo a seguir aos atentados de 11 de setembro -, encerre a prisão na base norte-americana de Guantánamo, em Cuba, cumprindo assim com a promessa feita cinco anos atrás, acusando a Casa Branca de “hipocrisia”.

Segundo Erica Guevara, a diretora da AI para as Américas, as "promessas de mudança tornaram-se num falhanço em direitos humanos que ameaça manchar o legado do presidente, tal como aconteceu com o antecessor [George W. Bush]".

Ainda segundo esta organização internacional de defesa dos direitos humanos, em Guantánamo continuam presas 115 pessoas, supostamente suspeitas de colaborarem com a Al-Qaeda.

com Lusa

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)