Um cálice de 1967 na missa deste sábado em Fátima

Escrito por Editor JSN . Publicado em Mundo


Santo Padre usa um cálice cinquentenário na missa da canonização dos beatos Francisco e Jacinta. A ‘obra’ é de um joalheiro do Porto, tem a base guarnecida com folhas relevadas e conta com várias pedras preciosas e pérolas

 


O cálice com 50 anos tem mais de 7 mil objetos de ouro oferecidos por doentes de Portugal, informou o Santuário de Fátima.


A ‘obra’ foi desenvolvida em 1967, por José Rosas, um joalheiro do Porto, tem a base guarnecida com folhas relevadas e conta com várias pedras preciosas e pérolas, resultantes das peças de ourivesaria e joalharia ofertadas.


Também na missa deste sábado, o Papa usa um píxide (recipiente onde são colocadas as hóstias), mandado fazer em 1970, por António Antunes Borges, então reitor do Santuário de Fátima, com o propósito de completar o conjunto da patena e cálice que haviam sido oferecidos pelos doentes de Portugal.

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)