Papa preocupado com aumento de tensão na Terra Santa

Escrito por Editor JSN . Publicado em Mundo

Francisco segue “com trepidação” o aumento da violência em Jerusalém onde três israelitas e sete palestinianos perderam a vida nos últimos dias

 




O Papa Francisco manifestou este domingo, 23, a sua preocupação pelo aumento das tensões na Terra Santa, onde confrontos entre palestinianos e israelitas atingiram o ponto mais alto dos últimos dois dias.


A última onda de violência começou quando Israel decidiu instalar detetores de metal nas entradas para o local conhecido como o “nobre santuário”, onde se encontra a mesquita Al-Aqsa, o terceiro lugar mais sagrado do islão.


Os muçulmanos consideram a instalação de detetores de metal uma afronta e exigem a sua retirada e os protestos motivaram vários confrontos.


O pior episódio teve lugar na sexta-feira quando um palestiniano matou três israelitas num colonato na Cisjordânia, ferindo um quarto. O palestiniano foi ferido a tiro e transportado para o hospital, detido. Em resposta as Forças Armadas ocuparam a casa do atacante e deteve o seu irmão. A casa será agora demolida, consoante a prática israelita.


Do lado palestiniano há relato de pelo menos sete mortes nos últimos dias após confrontos com militares israelitas.


Perante este cenário, o Papa Francisco aproveitou a oração do Angelus do último domingo para pedir a paz para a região. “Sigo com trepidação as graves tensões e a violência destes dias em Jerusalém. Quero fazer um sincero apelo à moderação e ao diálogo.”


“Convido-vos a unirem-se a mim na oração, para que o Senhor inspire em todos as intenções de reconciliação e de paz”, afirmou Francisco.


Durante a reflexão catequética que antecedeu a oração do angelus, o Papa já tinha referido o fato de não ser possível apontar para um grupo social ou para um povo como bom e outro como mau, sublinhando que em todos os povos há bem e mal e que todos os homens são pecadores.


RR

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)