FALANDO AOS CARDEAIS: Papa diz que Igreja Católica não é uma corte

. Publicado em Mundo

Francisco falava na missa, após o consistório onde impôs o barrete cardinalício aos novos cardeais e pediu que se oponha a mansidão à prepotência e não se alimente a intriga, defendendo uma Igreja alinhada com a linguagem do Evangelho


 

Dirigindo-se aos 19 novos cardeais, a quem impôs o barrete cardinalício, o Papa defendeu que a Igreja Católica não é uma corte e não é espaço para a intriga. “Amemos aqueles que nos são hostis; abençoemos quem fala mal de nós; saudemos com um sorriso a quem talvez não o mereça; não aspiremos a fazer-vos valer, mas oponhamos a mansidão à prepotência; esqueçamos as humilhações sofridas”, pediu Francisco à plateia de cardeais que participaram no consistório, e onde pontificava na primeira fila o Papa Emérito, Bento XVI (o cardeal alemão Joseph Ratzinger).

Segundo Francisco, “este é o comportamento, esta é a conduta de um cardeal”, porquanto este “ entra na Igreja de Roma, não entra numa corte. Evitemos todos – e ajudemo-nos mutuamente a evitar – hábitos e comportamentos de corte: intrigas, críticas, facções, favoritismos, preferências. A nossa linguagem seja a do Evangelho: ‘Sim, sim; não, não’; as nossas atitudes, as das bem-aventuranças; e o nosso caminho, o da santidade”, concluiu o Bispo de Roma.

com RR

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)