BENTO XVI: Papa emérito vive “lento declínio das forças físicas”

Escrito por Editor JSN . Publicado em Mundo

Afirmação é do próprio Bento XVI que resignou ao cargo em 2013, precisamente por considerar que lhe faltam forças para exercer adequadamente o seu ministério

 


Completou-se no passado dia 11, cinco anos desde que o então Papa Bento XVI anunciou a sua decisão de resignar ao cargo para o qual tinha sido escolhido. Alegando falta de forças para continuar a exercer o seu ministério, o Papa confirmava que exercia as funções até o último dia de fevereiro daquele ano.


Passados cinco anos depois, muitos se mostraram preocupados com o estado de saúde do Papa emérito, perto de completar 91 anos de idade.


Entretanto, numa missiva a um jornal italiano, Bento XVI agradeceu os gestos que têm recebido e confirmou estar a atravessar o “último período” da sua vida na terra, dizendo mesmo que o “último troço de estrada” é, por vezes “um pouco cansativo”.


“Posso dizer que, no lento declínio das forças físicas, estou interiormente em peregrinação para Casa”, lê-se numa afirmação atribuída ao emérito Papa alemão.


Recorda-se que Bento XVI governou a Igreja Católica entre 19 de abril 2005 e 28 de fevereiro de 2013, por um período de sete anos, 10 meses e 9 dias, sucedendo ao saudoso Papa João Paulo II, o único que até hoje visitou Cabo Verde.


Foi o 265 Papa, tendo nascido Joseph Ratzinger, na Alemanha.

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)