MANIFESTAÇÃO: Sokols volta às ruas

Escrito por Editor JSN . Publicado em Nacional

“Marcha da Democracia” tem caráter pacífico e pretende expressar o descontentamento em relação ao centralismo e espera contar com uma adesão massiva em todas as ilhas



A “Marcha da Democracia” acontece no dia 13 de Janeiro, por ocasião do aniversário da instauração da Democracia em Cabo Verde. Um dos objetivos é expressar o descontentamento em relação ao centralismo discriminatório, considera o movimento Sokols.

Contatado pelo JSN, Salvador Mascarenhas, membro do referido movimento avançou que as prioridades são a descentralização/desconcentração do País e a melhor repartição dos recursos nacionais, permitindo a autonomia necessária à nossa felicidade e ao desenvolvimento das ilhas de Cabo Verde.

O entrevistado ressalva que a manifestação não será apenas pela ilha de São Vicente. “Queremos que haja um Sokols em cada ilha. Queremos que a voz cidadã das ilhas se faça ouvir”, disse, apelando para que em cada ilha se organizem e se manifestem nesse dia como forma de demonstrarem o descontentamento perante ao centralismo.

O Sokols quer ver uma distribuição mais justa e equilibrada do Orçamento Geral de Estado. “Porque sabemos que cada ilha tem potencialidades de gerar o seu desenvolvimento e de construir um futuro melhor se não estiver amordaçado pelo poder central”, observou.

A nível das autarquias, o movimento deseja um poder local com uma câmara “ativa e competente”.

“Queremos um Cabo Verde equilibrado, justo e harmonioso”, defende o activista que apela à sociedade civil em todas as ilhas a se aderir à ação cívica do próximo sábado.

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)