NELSON BRITO: Os problemas da saúde em São Nicolau

. Publicado em Opinião

Falando de médicos, denunciamos mais uma vez que neste momento o Município do Tarrafal encontra-se sem médico residente, o que quer dizer que durante a semana vai um médico da Ribeira Brava mas à noite e nos fins-de-semana o Município fica descoberto. Se houver urgências, não há médicos

 


Mais uma vez somos confrontados com os mesmos problemas do sector da Saúde em São Nicolau. O velho problema do RaioX, que simplesmente não temos na ilha.


Em pleno século XXI, não se consegue fazer uma chapa em São Nicolau. Qualquer paciente que precise dos serviços de radiologia tem que ser evacuado, independentemente da gravidade do seu estado, pois não se pode fazer uma chapa para se ter um diagnóstico e tratamento. Tem sido assim ao longo dos anos, e com todos os custos e inconvenientes que esta situação acarreta para todos.


O laboratório de análises ora funciona, ora não funciona dependente da falta ou não de reagentes e a solução mais uma vez são as evacuações, ou simplesmente ficar sem as análises. Neste momento está a funcionar com as análises básicas, mas não faz análises de colesterol.


Os médicos especialistas, quando vão a São Nicolau, dão consultas nos Centros de Saúde mas as pessoas não pagam a taxa de 200$00 como noutras ilhas. Em São Nicolau paga-se 3 contos por consulta de especialista nos Centros de Saúde.
Falando de médicos, denunciamos mais uma vez que neste momento o Município do Tarrafal encontra-se sem médico residente, o que quer dizer que durante a semana vai um médico da Ribeira Brava mas à noite e nos fins-de-semana o Município fica descoberto. Se houver urgências, não há médicos.


Precisamos de 2 médicos na Ribeira Brava e de 2 no Tarrafal de modo a que haja médico de serviço nos hospitais e outro a visitar bairros ou localidades; de modo a que os nossos médicos possam ter direito a folgas ou fins-de-semana sem estarem de urgência e assim praticarem a sua importante profissão conforme deve ser.


As evacuações são muito complicadas. Marca-se uma consulta num Hospital Central e tem que se esperar por meses, quer pela consulta, quer pelo INPS e depois há o problema dos TACV. Muita gente perde as suas consultas ou ultrapassa o tempo de análise das amostras.


Todas estas situações e mais outras ainda, não são novidade e são do conhecimento da Sr.ª Ministra, mas teimosamente, o governo não consegue arranjar soluções efectivas e permanentes para estes problemas.


Em Março deste ano, a população apresentou um abaixo-assinado sobre os problemas da saúde em São Nicolau e o governo enviou representantes do Ministério da Saúde e do INPS à ilha, onde mais uma vez, prometeram solução dos problemas para breve. Continuamos, ainda, desesperadamente à espera…  

Nelson Brito | Deputado da Nação | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar