COMENTÁRIO DO DIA: Governar não é só “construir estradas e barragens”

. Publicado em Opinião

Uma escola enorme, não vai cuidar bem do seu filho se não tiver professores e inspetores bem remunerados, formados e motivados para servirem os alunos

 

Temos grandes estabelecimentos de ensino mas com professores desmotivados; temos grandes aeroportos mas sem tráfego ou estratégias de comercialização; temos grandes estradas ocupadas por vacas e cabras em alguns sítios, e temos uma carga de dívida que poderá custar ao país um resgate financeiro num futuro breve.

Nestes últimos tempos o governo e o partido que o sustenta, têm usado muito o marketing de estradas e barragens como trunfo eleitoral. Mostrar obras que este governo fez mais que o outro é um método muito comum de “marketing político” em vários países. Obras são muito importantes, mas um hospital lindo não cuida de doenças se não tiver remédios e bons médicos, enfermeiros, psiquiatras, psicólogos e etc. Uma escola enorme, não vai cuidar bem do seu filho se não tiver professores e inspectores bem remunerados, formados e motivados para servirem os alunos. Uma ponte bonita e com várias pistas não fará seu filho aprender a ler e escrever. No máximo o fará chegar antes a escola. Um aeroporto bonito mas sem tráfego e sobretudo sem nenhum aproveitamento não traz nenhum benefício às populações.

Além do mais, obras podem ser superfaturadas muito mais facilmente do que na contratação de profissionais, além de atender a interesses de grupos poderosos.

A maior corrupção política vem sempre das infra-estruturas porque é aí que os partidos criam grandes empresas para depois financiarem as campanhas eleitorais. Foi precisamente esta estratégia que levou o José Sócrates às grades, em Portugal.

Avaliar um governo pelo número de infra-estruturas poderá ser uma estratégia suicida do povo cabo-verdiano, e quero crer que um dia ou mais cedo ou mais tarde muitas coisas poderão vir ao de cima com esta infra-estruturação descontrolada e sem um estudo do seu impacto na economia e sobretudo no emprego e na melhoria de vida das pessoas.

 


Cândido Rodrigues | texto publicado na rede social facebook

 

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar