CARLOS FORTES LOPES: Chuvas de setembro e a Barragame de Banca Furada

. Publicado em Opinião

O ex Primeiro Ministro de Cabo Verde, além de ser um homem super arrogante continua sendo um absurdo autêntico.

O homem destruiu a economia nacional e apoiou os seus condiscípulos na cruzada rumo ao enriquecimento ilícito

 

 

Este Sr. que fica na história como o político mais mentiroso da atualidade é tão arrogante e irresponsável que teve a coragem de dizer que estava posta de parte a possibilidade de ter havido qualquer falha na construção da barragem da Banca Furada, na ilha de São Nicolau. Uma autêntica irresponsabilidade e falta de sensibilidade para com os criminosos desperdícios causados aos cofres do Estado de Cabo Verde, por ele e os seus camaradas do PAICV.

Senão vejamos: os estudos/avaliações e a total infiltração das águas das chuvas de 2015 e 2016 já comprovaram-nos que afinal a Barragem da Banca Furada foi mal executada e a empresa fiscalizadora e os restantes responsáveis por esta obra, com a conivência total do ex-PM José Mentira Neves deverão responder às barras dos tribunais para justificarem esses desperdícios do dinheiro do POVO.

Da queixa crime que já devia ter sido instaurada pela Procuradoria da República devem constar os dados que dão conta de que os estudos efectuados pelos técnicos que aí estiveram a fazer o levantamento das condições de porosidade/permeabilidade do terreno foram bem claros, e nas conclusões finais deixaram transparente de que devia-se procurar um outro local mais apropriado para a construção da Barragem.

"Esse Terreno à volta da zona de Banca Furada não é propício para a construção de Barragens".

Foi assim que escreveram nas considerações finais das suas conclusões técnicas sobre a porosidade/permeabilidade do terreno na área que consiste do perímetro da Barragem da Banca Furada.

Já agora, logicamente que teremos que procurar a melhor solução possível para este grave descalabro dos que nunca preocuparam com o bem estar do povo e só quiseram divertir e enriquecer à custa do erário público. Basta ir ver que o Estado de Cabo Verde para além de ter sido roubado do valor da construção da "Barragem FURADA" ainda teve que pagar para uma caravana de mais de 50 pessoas deslocar à sacrificada e esquecida ilha de São Nicolau, com viagem de avião, hotel e banquetes diários e outras benesses durante a assistência de honra nas festa de São Pedro que decorriam nessa mesma altura no Município da Ribeira Brava. Além disso tudo, deve-se incluir as famosas ajudas de custo a todos os integrantes da caravana que deslocou apenas para assistir à inauguração desta obra mal concebida e mal executada.

Esses dados apontam-nos para uma corrupção ao mais alto nível e, a empresa fiscalizadora da obra terá também que ser responsabilizada pela falta de profissionalismo e desperdício do dinheiro do Estado de Cabo Verde.

Todos os responsáveis por este descalabro terão que ser chamados à barras dos tribunais para explicarem o que aconteceu e quem é o responsável ou quem são os responsáveis que decidiram que as obras deviam ser executadas, ignorando as conclusões dos peritos na área.

Se o terreno é impróprio para tal construção porque se construiu, desperdiçando tanto dinheiro que agora será o dobro, com as obras de retificação?

Os cabo-verdianos já estão cansados dessas manobras político-partidárias e querem ter representantes governamentais que trabalhem para o bem estar do povo de todas as ilhas e deixem de usar e abusar do dinheiro do povo para fazerem campanhas pessoais e ou político-partidárias.

 

A Voz do Povo Sofredor


Carlos Fortes Lopes/Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar