CARLOS FORTES LOPES: A corupçao generalizada e o fanatismo partidário

. Publicado em Opinião


O fracasso social, politico e económico de Cabo Verde é o resultado da corrupção generalizada existente a nível do Executivo e da Assembleia Nacional

 

 

Aliás, já está provado que a Assembleia Nacional é talvez a instituição mais corrupta do arquipélago.

Para os que porventura tenham dúvidas sobre estas minhas acusações, basta visitar a Constituição da República para ficar a saber os poderes da Assembleia e depois disso pesquisar para poder confirmar que os elementos que têm ocupado as bancadas dessa instituição nunca foram capazes de supervisionar o desempenho do Executivo, adequadamente. Tudo que é projecto em Cabo Verde termina com um custo quatro (4) vezes o montante inicialmente aprovado para o projeto.

Pois, dos inumeros atos de "desvios" e outras corrupções institucionais nunca os Deputados conseguiram condenar um governante sequer. Nem tão pouco foram capazes de investigar qualquer suposto ato de corrupção e incriminar os participantes que anoitecem pobres e amanhecem ricos, num país que continua sobrevivendo de esmolas de países amigos e da comunidade emigrada.

Os municípios também não ficam fora dessa equação abrangente.

Neste país de nome Cabo Verde, todos defendem as suas cores políticas e ninguem preocupa com o sofrimento do vizinho, até chegarem as famosas épocas das Campanhas.

Nestas alturas todos fingimos ser amigos dos menos favorecidos da sociedade, conquistando os seus votos e, na maioria das vezes, corrompendo os menos informados e mais pobres das pequenas comunidades, para os ignorar após a leitura dos resultados eleitorais.

O destaque deste nosso vulnerável país é mantido nas instituições políticas corruptas e venais, que continuam comprometendo com os seus projetos de poder, enquanto ignoram as vulnerabilidades dos interesses da nação e os direitos constitucionais deste Povo.

Os mensalões do PAICV e do MPD são apenas a ponta do iceberg (expressiva, embora) da imagem degradada e depravada de todos os políticos (salvo poucas exceções).

De acordo com dados recolhidos e analisados, cerca de 80% dos políticos cabo verdeanos são corruptos e, alguns são super corruptos.

A nossa crise de representatividade política, especialmente na Assembleia Nacional está escancarada e em decadência.

A instituição política nacional já não inspira confiança e o povo eleitor encontra-se desesperado, á procura de pessoas competentes e independentes para gerir o destino desta nação de todos nós.

Mas, por culpa do sistema político que temos, o povo eleitor acaba por eleger pessoas que nada têm a ver com a responsabilidade de representar o povo e defender os interesses desta nação cabo verdeana.

E é aí que reside as fortes causas da devastosa pobreza que está instalada na sociedade cabo verdeana, apesar dos bilhões de Dollars e Euros que entram, anualmente, para os cofres deste Estado de todos nós.

Enquanto as nações ricas e prósperas, que continuam nos ajudando, preocupam em criar instituições políticas estáveis e fortalecidas, capazes de conduzir os seus destinos e de controlar o poder econômico; no nosso país os políticos desfrutam das benesses e fazem de tudo para,relegarem o povo eleitor para a pobreza mental, financeira e social.

As nações "pobres", como Cabo Verde, continuam sendo governadas por instituições políticas corruptas, oportunistas e extrativistas, subordinadas ao poder econômico-financeiro, que acaba em seu benefício exclusivo dominando (via sequestro) a vida inteira da nação (empobrecida).

A Botswana era um país pobre até poucos anos atrás. Em razão das suas decisões políticas, econômicas e educacionais acertadas, o botswano hoje ganha um balurdio em relação ao Cabo verdeano.

Nenhuma mudança acontecerá em Cabo Verdr enquanto o povo apoiar e eleger políticos corruptos, mensaleiros, venais, pouco comprometidos com a ética, com a honestidade e a exemplaridade.

O povo das ilhas precisa acordar, destimir e decidir depositar o seu voto em pessoas capazes, responsáveis, sérias e dedicadas, para que comecemos a irradiar os corruptos dessas instituições suportadas com o nosso dinheiro.

 

A Voz do Povo Sofredor

 


Carlos Fortes Lopes / Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar