JUSTIÇA: Ex- edil dos Órgãos pode ir ao banco dos réus

. Publicado em Política e Cidadania

Victor Baessa (PAICV) que presidiu o município entre 2005 e 2016 pode vir a ser chamado para clarificar alguns atos da sua gestão que segundo a IGF lesou a saúde financeira do município laurentino

 




Uma “ação de controlo” realizada ao município de São Lourenço dos Órgãos, no interior da ilha de Santiago, confirmou a existência de “várias irregularidades e ilegalidades” durante a vigência do mandato de Victor Baessa, PAICV.

 

Segundo apurou o JSN, uma equipa de inspetores das Finanças passou a pente fino as contas dos anos de 2014, 2015, 2016 e 2017 e confirmou a existência de uma situação de “dívidas acumuladas”, fato que condiciona mesmo o trabalho da nova gestão municipal liderada por Carlos Vasconcelos, MpD.



“As dívidas acumuladas (…) ocorreram em claro incumprimento dos princípios e regras da gestão financeira das autarquias locais” sendo que se apurou que a equipa de Baessa “nunca previu corretamente” os recursos necessários para cobrir todas as despesas e os compromissos assumidos”, refere um documento publicado na página do Governo de Cabo Verde.



Face à esta situação, uma voz autorizada admite que está tudo encaminhado para que o antigo presidente daquela edilidade, Victor Baessa, venha a ser chamado para justificar as irregularidades e ilegalidades detetadas.



São Lourenço dos Órgãos vive dias conturbados com seus trabalhadores a manifestarem e protestarem contra a câmara municipal e seu presidente, uma situação que segundo observadores políticos “tem uma origem na má gestão” do anterior autarca que governou “atabalhoadamente” o município.



Sabe o JSN que o relatório da inspeção já foi encaminhada para o Tribunal de Contas e para a Procuradoria-geral da República cabendo a estas duas instituições  os próximos passos.

 

 

 

comments

Comentários (0)

Cancel or

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)