SÃO VICENTE: Navio Tarrafal já foi desencalhado

Escrito por Antonio . Publicado em Regiões

A embarcação encalhou este sábado na praia da Galé, mas a intervenção pronta das autoridades portuárias conseguiu resgatar o Tarrafal ao “cemitério de barcos”


 

O navio Tarrafal (na foto), propriedade da empresa STM, já foi desencalhado. A embarcação, que encalhou este sábado, 31 de maio, na zona da Galé, em São Vicente, já se encontra em condições de navegar.

Na origem da ocorrência estarão os fortes ventos que se fizeram sentir na ilha do monte cara empurrando-o para a praia da Galé, conhecida como “cemitério de barcos” dada a quantidade de embarcações que já ficaram presas nos bancos de areia.

Por várias vezes, segundo refere o nosso colega Notícias do Norte (NN), o Tarrafal esteve em risco de encalhar, tendo recentemente ficado à deriva e não encalhado por ação de um rebocador. Dois dias antes da ocorrência do acidente, o NN havia alertado para a possibilidade de o navio vir a ser um “potencial inquilino” da praia da Galé.

com NN

 

BOA VISTA: Agente policial de São Nicolau tentou suicidar-se

Escrito por Antonio . Publicado em Regiões

Giliarte Gomes está ao serviço do comando regional da ilha das dunas e a sua passagem pela polícia tem sido conturbada. Contra ele impende um processo disciplinar por ter apontado a arma a um colega de serviço. Na origem do tresloucado ato poderão estar problemas conjugais


 

Um agente policial natural de São Nicolau, mas ao serviço do comando regional da Boa Vista, tentou pôr termo à vida, na sua própria residência, deferindo um tiro na garganta utilizando a arma de serviço. Giliarte Gomes foi socorrido no Centro de Saúde de Sal Rei e evacuado para o Hospital Agostinho Neto, na cidade da Praia, a fim de ser submetido a intervenção cirúrgica. Horas antes, o agente tinha estado de serviço

Sem se conhecerem ainda pormenores do tresloucado ato, ocorrido esta sexta-feira, é provável que a tentativa de suicídio esteja relacionada com problemas conjugais. Segundo o online Ocean Press, a sua vida conjugal estaria a passar por um momento conturbado, o que terá levado a esposa a pedir o divórcio.

Giliarte Gomes encontra-se em “regime provatório” já que ainda não integra o quadro da Polícia Nacional, podendo vir a ser suspenso ou mesmo demitido. Paralelamente, o agente é arguido num processo disciplinar que lhe foi movido por ter apontado a arma a um colega de serviço no decurso de uma discussão.

com Ocean Press

 

SÃO VICENTE: 150 milhões reforçam orçamento municipal

Escrito por Antonio . Publicado em Regiões

O empréstimo feito na banca destina-se a arruamentos, calcetamento, requalificação de passeios e ruas, habitação social e saneamento básico, mas também à construção do primeiro miradouro da cidade do Mindelo


 

A Câmara de São Vicente vai poder contar com mais 150 milhões de escudos para reforçar o orçamento de 2014 (no valor de 864 milhões), já que a Assembleia Municipal aprovou ontem uma autorização para o executivo liderado por Augusto Neves ir à banca buscar um empréstimo correspondente a esse valor.

O empréstimo, segundo a autarquia, destina-se a investimentos em arruamentos, calcetamento, requalificação de passeios e ruas, habitação social e saneamento básico, mas também a construção do primeiro miradouro da cidade do Mindelo, previsto para o Monte Gude. Em projeto está também a construção de mais cinco miradouros, em João Ribeiro, Monte Verde, encosta do Monte Cara, Crus do Papa e Alto de São João.

A autorização foi votada favoravelmente pelo MpD e pela UCID, recebendo a abstenção do PAICV que, no entanto, parece ter concordado com a iniciativa.

com Inforpress

 

MAIO: Mulheres do PAICV e JPAI solidárias com deputado Fernando Frederico

Escrito por Antonio . Publicado em Regiões

As estruturas locais tambarina estão descontentes com o Governo, que resolveu adiar a construção do novo porto, manifestam-se indignadas com o isolamento da ilha e apoiam a possibilidade aventada pelo parlamentar em pôr o cargo à disposição de José Maria Neves


 

O descontentamento pelo adiamento da construção do novo porto do Maio e a situação de isolamento da ilha está a provocar uma cadeia de rejeição à posição do Governo e de solidariedade com o deputado do PAICV Fernando Frederico que, em meados de maio, admitiu a possibilidade de pôr o seu cargo à disposição.

Em entrevista conjunta, Aldevina Teixeira, responsável local da Federação das Mulheres do PAICV, e o líder da JPAI na ilha do Porto Inglês, José Oliveira dos Reis, dizem compreender a posição do deputado e consideram lamentável o abandono a que o Maio está votado.

Atitude corajosa

Segundo Aldevina Teixeira, o parlamentar teve uma atitude corajosa ao demonstrar um “firme compromisso” com os maienses e o futuro da ilha. “Queremos demonstrar-lhe que estamos solidários com a sua atitude, mas ao mesmo tempo exortá-lo a continuar a defender os interesses da ilha no Parlamento”, disse a responsável da organização das mulheres tambarina, adiantando irem efetuar um encontro com Frederico para aclarar a questão, e aventou a possibilidade, caso o Governo não volte atrás na decisão, de promoverem mesmo uma manifestação de rua para demonstrarem o descontentamento das populações.

Falta de acessibilidade impede desenvolvimento

O responsável da organização juvenil do PAICV posiciona-se no mesmo sentido, considerando que “a não construção do porto vai retardar o desenvolvimento do turismo na ilha”, porquanto “o problema de acessibilidade marítima e aérea é neste momento um dos fatores que não tem permitido o desenvolvimento do turismo na ilha”. Uma situação que coloca o Maio de fora dos grandes investimentos do Estado em matéria de transportes.

Como solução intermédia até à construção do novo porto, a instalação de uma rampa "roll-on roll-off" poderia atenuar o problema do isolamento, possibilitando as ligações Praia/Maio e desta com as ilhas do Sal e da Boa Vista como forma de atrair turistas. Uma posição que já havia sido defendida por Fernando Frederico e que merece acolhimento do líder local da JPAI.

Oliveira dos Reis acolheu também com agrado a notícia do aumento de voos semanais dos TACV para o Maio (que passam a três), mas considera que o horário escolhido não faz sentido (sexta-feira de manhã e segunda às 12h50) já que dificulta a opção por fins-de-semana na ilha.

com Inforpress 

 

Notícia relacionada

Deputado do PAICV descontente com o Governo admite colocar mandato à disposição

 

 

BOA VISTA: Chineses interessados em investir num projeto de oceanário

Escrito por Antonio . Publicado em Regiões

A deslocação de uma delegação do Qingdao Jinyitong Group é reflexo de uma visita que o embaixador da China efetuou à ilha das dunas no mês de abril, ocasião em que foi aventada a possibilidade de investimentos chineses. O projeto mereceu já o agrado do edil local, José Pinto Almeida


 

Empresários chineses encontram-se na ilha da Boa Vista para estudar possibilidades de investimento. O importante conglomerado empresarial Qingdao Jinyitong Group tem em carteira a construção de um oceanário. Um projeto que parece agradar ao autarca local, José Pinto Almeida, que recebeu a delegação.

A deslocação da delegação empresarial é já um dos primeiros resultados da visita que o embaixador da República Popular da Cinha em Cabo Verde, Su Jian, efetuou à ilha das dunas no mês de abril, altura em que foi equacionada a possibilidade de investimentos de empresários daquele país.

“Estão aqui à procura de oportunidades de investimento, já têm um investimento concreto que é a construção de um hotel, um oceanário e zonas residenciais. Numa primeira fase, vão precisar de cerca de 30 hectares de terreno”, anunciou aos microfones da RCV a vereadora do Turismo, Iva Espírito Santo.

Para esta sexta-feira, os empresários chineses vão encontrar-se com responsáveis da Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas da Boa Vista e do Maio (SDTBM), onde a questão do oceanário vai ser abordada. Um projeto que pretende atrair à ilha turistas provenientes, fundamentalmente, da Europa e dos Estados Unidos da América.

De referir que o Qingdao Jinyitong Group é especialista na construção de oceanários mas divide as suas atividades também na área da construção, particularmente hoteleira.

com Inforpress

 

Edição em papel

Brevemente disponível
para download em PDF
(Gratuito)